Entenda por que grandes empreendedores estão investindo no mercado imobiliário

A instabilidade da economia brasileira durante a pandemia levou muita gente a se perguntar qual é a melhor opção para fazer investimento. Atualmente, o mercado imobiliário tem se mostrado como a opção mais atrativa, pois, mesmo nesse período os números da taxa Selic atingiram níveis históricos, o que torna o setor uma alternativa segura.

Enquanto a bolsa de valores registrou quedas significativas em diversas ações no ano passado – tendo em março seu pior índice desde 1998 –, quem investiu em imóveis com a taxa Selic baixa garantiu um alto potencial de valorização e retorno financeiro para o patrimônio. Este potencial ainda pode ser garantido: apesar do Banco Central ter elevado a taxa Selic em 0,75% no mês passado, o número ainda continua como um dos mais baixos da história: 2,75%.

Para o economista Luiz Gustavo Neves: “A gente ainda tem uma taxa de juros muito baixa que aquece o financiamento de imóveis, com o mercado superaquecido, fazendo com o que os imóveis sejam valorizados durante o tempo.”

O trio de bilionários da 3G Capital, Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Carlos Alberto Sicupira, e alguns outros bilionários pelo mundo, são algumas das pessoas que também têm explorado a boa maré do mercado imobiliário. Como mostra a revista Exame, o objetivo é aproveitar as oportunidades criadas pela pandemia.

Outro atrativo nesse tipo de investimento é a segurança. A constante valorização do imóvel, e uma evolução contínua do investimento, possibilita o aumento do patrimônio de forma sólida e sem gerar grandes riscos. Ou seja, nada vale mais do que este tipo de bem quando se fala em valor de produto. Historicamente, a tendência é que os imóveis se tornem cada vez mais procurados.

Um imóvel pode ainda gerar rendimento mensal, garantindo um retorno imediato com aluguéis. E, durante esse período, ele valoriza e é preparado para o objetivo final que é a venda, quando for o caso.

Em qualquer tempo, possuir um imóvel coloca o investidor um pouco mais distante das instabilidades do mercado. Taxas de juros baixas, déficit habitacional histórico do país e situações econômicas e sociais colocam o mercado imobiliário como o principal investimento financeiro do momento.

Mas, atenção. Para isso, é preciso cuidados e análises. É possível garantir bons negócios com os intermediários certos, utilizando as melhores vias de compra com quem realmente entende. O melhor é apostar em imobiliárias e construtoras de história e de base. Essa é a melhor forma de garantir um bom retorno financeiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *